Roberto De Pasquale

(Prof. Dr. )

Linha de pesquisa: Plasticidade sináptica no córtex visual

Resumo: A experiência visual tem uma profunda influência na formação da organização funcional do córtex cerebral. As conexões sinápticas podem ser modificadas radicalmente por manipulações da experiência sensorial, tais como a deprivação monocular e a criação no escuro. Esse tipo de plasticidade neural tem grande relevância para o desenvolvimento das capacidades visuais e desempenha um papel importante para algumas formas de aprendizagem e memória. A pesquisa do laboratório investiga os mecanismos pelos quais a experiência sensorial pode modificar as conexões corticais do córtex visual. Nosso estudo busca entender também como esses mecanismos são regulados. Nós usamos técnicas eletrofisiológicas in vitro (whole cell patch clamp) para estudar duas formas de plasticidade sináptica dependente da atividade no córtex visual: a potenciação a longo prazo (LTP) e depressão a longo prazo (LTD). Acredita-se que estas duas formas de plasticidade sináptica sejam atualmente os modelos mais aptos para estudar os mecanismos envolvidos na modificação das conexões sinápticas cerebrais. Pesquisas feitas no passado estabeleceu que a LTP e LTD têm as propriedades adequadas para explicar a formação de traços de memória.

Laboratório de Neurofisiologia

Fone: 2648-6150      Ramal: 486150       Sala: 236

E-mail: robertode@usp.br

Currículo Lattes